Jornal do Tempo | Notícias

Espírito Santo registra os maiores volumes de chuva do país em dezembro e 21 pessoas já morreram por causa dos temporais

Cerca de 48 mil capixabas ainda estão fora de suas residências e a chuva ainda não dá trégua

26/12/2013 10:19:00

Por: Rafaela Vendramini


Ao longo do feriado de Natal o número de mortos, por causa das fortes chuvas no Espírito Santo, subir para 21. Desde o último sábado todo o Estado está em situação de emergência, cerca de 48 mil pessoas tiveram que deixar suas residências e no momento sete aeronaves auxiliam os trabalhos do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil. Dos 78 municípios capixabas, 50 foram castigados pelas fortes chuvas. Além disso, algumas estradas continuam interditadas, é o caso da BR-101, na altura de Linhares-ES, onde entre os quilômetros 150 e 155 a água passa de um metros de altura. Na BR-259, em Colatina-ES, uma cratera se abriu no asfalto.

A cidade de Santa Tereza-ES registrou até o momento o segundo maior volume de chuva do Estado, com 816mm, o que equivale a 300% a mais do que a média para todo o mês na cidade. Em Vitória-ES o número também espanta, pois já choveu 703mm, sendo que o normal para dezembro na capital capixaba são 195mm. A cidade está em quarto lugar no ranking dos maiores acumulados do Brasil neste mês.

A presidenta Dilma Rousseff sobrevoou o Espírito Santo no dia 24 de dezembro, o voo demorou cerca de 40 minutos. Algumas medidas já foram tomadas para ajudar as vítimas das chuvas fortes. Os moradores do Estado, que foram atingidos pelos temporais, poderão sacar o dinheiro do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Os saques serão feitos apenas pelos cidadãos que tiverem conta e saldo no fundo e que não realizaram o saque do valor pelo mesmo motivo nos últimos 12 meses.

[*BPrevisãoB*]

A partir de amanhã as condições de tempo começam a melhorar nas áreas mais atingidas pelos temporais do Espírito Santo. Na sexta-feira, por conta de instabilidades associadas ao calor e umidade da Amazônia as chuvas serão bem espalhadas, em forma de pancadas de fim de tarde em todo o Sudeste. Porém, a área preferencial para chuva forte migra para o norte de São Paulo, triângulo mineiro e norte de Minas Gerais. Entre Rio de Janeiro e Estado capixaba as chuvas serão muito isoladas.

De acordo com a previsão da Somar Meteorologia, a partir do sábado o sol já predomina e a condição para chuva é menor em todo o Espírito Santo. No domingo o tempo seco toma conta de todo o território capixaba.

Últimas notícias

Buscar notícias