Jornal do Tempo | Notícias

Tempestade de neve atinge Meio-Oeste dos Estados Unidos na primeira segunda-feira da Primavera

Baixas temperaturas do solo podem atrapalhar o plantio do milho na região, que começa em abril

25/03/2013 11:52:00

Por: Rafaela Vendramini


A Primavera começou na última quarta-feira no Hemisfério Norte, mas a semana começou ainda com a cara do Inverno para os norte-americanos. Uma nevasca atingiu o Meio-Oeste dos Estados Unidos durante o domingo. No Estado do Colorado o acumulado de neve chegou a 30 centímetros, o que complicou muito o trânsito nas estradas. Um engavetamento, envolvendo cerca de 30 carros e dois caminhões deixou vários feridos.

Para essa semana a previsão ainda não é de melhora no tempo. Nesta segunda-feira a onda de frio ganha força e avança para outros Estados. Há possibilidade de nevar hoje desde o Estado de Kansas, até Nova Iorque. Em Columbus, Ohio, as temperaturas podem chegar a -3°C e segundo os meteorologistas a probabilidade é de 100% de neve entre a tarde e a noite de hoje.

Mesmo sendo a Primavera uma estação de transição entre o Inverno e o Verão, não é comum que ocorram eventos de frio extremo como esse. Como a nevasca deve atingir uma grande área produtora de grãos, existe a preocupação com o atraso no plantio do milho. A partir de quarta-feira já não deve mais nevar nos Estados Unidos, mas os termômetros devem continuar mais baixos.

Em Chigaco, Illinois, a máxima ainda não passa dos 6°C e a mínima fica abaixo de 0°C nos próximos dias. Isso deixa o solo com baixas temperaturas, o que impede a instalação das lavouras, já que o frio nas primeiras camadas da terra mata a germinação da planta.

[*BPrevisão estendidaB*]

Mesmo com um possível atraso no plantio do milho, as expectativas são boas em relação ao clima em 2013. Segundo os modelos climáticos do Instituto Nacional de Meteorologia dos Estados
Unidos (NOAA), o mês de abril terá chuvas um pouco abaixo da média em todo o Cinturão do Milho, e será bem mais chuvoso no Sul do país. Porém, em maio as chuvas retornam a todas as regiões do centro-norte dos Estados Unidos e essas características permanecem até a primeira quinzena de junho.

Últimas notícias

Buscar notícias