Jornal do Tempo | Notícias

Meteorologia alerta para a previsão de mais chuva entre o litoral de SP e o RJ nesta segunda-feira

Além da frente fria, a água do oceano mais quente que o normal e a maré alta contribuíram para os grandes acumulados de chuva e os transtornos

18/03/2013 09:25:00

Por: Deliane Assis

A presença de uma frente fria no Sudeste do Brasil provoca chuvas na região desde sábado, sendo que no litoral paulista as precipitações ganharam força na madrugada de domingo e na serra fluminense durante a noite. No Rio de Janeiro, os municípios de Angra dos Reis, Mangaratiba, Niterói, Teresópolis e Petrópolis foram os mais afetados, e em São Paulo, a cidade de São Sebastião registrou os maiores transtornos.

Segundo dados da Defesa Civil Estadual do Rio Janeiro, só em Petrópolis houve mais de 21 pontos de escorregamento ou alagamento, com informações de 10 óbitos até o momento. As localidades mais afetadas foram Quitandinha (com acumulado de 390 mm de precipitação em apenas 24 horas), Independência (com acumulado de 277 mm de precipitação em 24 horas) e Doutor Thouzet (com acumulado de 267 mm de precipitação em 24 horas).

Na Capital e também em Xerém, Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, ruas ficaram alagadas. Além disso, Angra dos Reis e em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, estão em alerta devido ao aumento do nível dos rios. A Rio-Petrópolis ainda registra pontos de interdição nos dois trechos da serra, em decorrência de queda de barreiras.

No Estado de São Paulo, a situação é mais complicada em São Sebastião, no litoral norte, onde o prefeito decretou estado de calamidade pública na noite de ontem. Mais de 600 pessoas foram atingidas pelas enchentes, sendo que mais de 300 estão desalojadas e pelo menos três famílias desabrigadas. As rodovias Rio-Santos e Mogi-Bertioga, continuam interditadas nesta manhã segunda-feira.

De acordo com o DER (Departamento de Estradas de Rodagens), ainda não há previsão de liberação para o tráfego. A Rio-Santos está totalmente bloqueada entre os quilômetros 156 e 162, no trecho entre São Sebastião e Bertioga, e Mogi-Bertioga está completamente interditada do quilômetro 77 ao 98, entre os municípios de Bertioga e Mogi das Cruzes.

Segundo o meteorologista Celso Oliveira, além da presença da frente fria, as águas do oceano na altura do Sudeste estão cerca de 2°C mais quentes que o normal. E os ventos de sul soprando com força contra a costa traz ainda mais umidade deste mar mais aquecido. "Além disso, estamos na entrada do outono e a combinação com a lua nova faz com que tenhamos as maiores marés do ano, o que acaba dificultando o escoamento dos rios", explica o meteorologista.

E a previsão é de mais chuva para esta segunda-feira, tanto no litoral paulista quanto fluminense. Apesar de não haver previsão de precipitações tão intensas como as já registradas, o solo está bastante encharcado, o que aumenta bastante o risco de novos deslizamentos. Além dessas duas regiões bastante atingidas pelas chuvas, há previsão de chuva forte também no Espírito Santo, inclusive na Capital, além da zona da mata de Minas Gerais.

Últimas notícias

Buscar notícias