Jornal do Tempo | Notícias

Frio extremo atinge Canadá e EUA

Onda de frio deixa temperaturas em -53ºC em Chicago. No Canadá o governo disparou alertas de frio extremo em praticamente todas as províncias

30/01/2019 11:37:00

Por: Paula Nobre

Os americanos estão passando pela mais intensa onda de frio "das últimas décadas". Estas condições extremas, causadas por uma massa de ar gelado em rotação conhecida como vórtice polar, podem fazer a temperatura chegar a -53°C.

Os estados de Wisconsin, Michigan e Illinois, no Centro-Oeste, bem como o Alabama e o Mississippi, no sul, normalmente mais quentes, declararam estado de emergência.

Autoridades do estado de Iowa têm pedido à população que "evite respirar fundo e minimize conversas" na rua. Os meteorologistas preveem que em Chicago, no estado de Illinois, a sensação de frio será mais aguda que no Everest e na Antártida.

O presidente americano Donald Trump aproveitou a onda de frio para fazer uma publicação em suas redes sociais na última segunda-feira (28):

"No belo centro-oeste, as temperaturas do vento estão atingindo -60 °C, o maior frio já registrado. Nos próximos dias, espera-se que fique ainda mais frio. As pessoas não podem ficar do lado de fora nem por alguns minutos. Que diabos está acontecendo com o aquecimento global? Por favor, volte logo, precisamos de você!"

Alerta de frio extremo no Canadá

No Canadá a situação não é diferente, o termômetro despencou radicalmente nos últimos dias, obrigando o governo a disparar alertas de frio extremo em praticamente todas as províncias canadenses.

Os meteorologistas dizem que haverá uma pequena trégua, mas avisam que é melhor se acostumar porque daqui até março o frio bravo deve imperar na maior parte do Canadá.


Últimas notícias

Buscar notícias