Jornal do Tempo | Notícias

Palmas tem o novembro mais chuvoso dos últimos 17 anos

Palmas, capital do Tocantins registra 389,5 milímetros e chuva volumosa não deve dar trégua até o início de dezembro no Norte do Brasil.

28/11/2018 09:44:00

Por: Redação Somar

Os altos volumes de chuva têm chamado a atenção no Norte do país. As pancadas volumosas foram persistentes desde o início do mês, o que garantiu o novembro mais chuvoso dos últimos 17 anos em Palmas.

A capital do Tocantins registrou 389,5 milímetros, segundo dados das estações automáticas do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), o que representa um desvio de 60% acima da climatologia para o período.

A combinação entre o calor e a umidade da Amazônia favorece a formação de nuvens carregadas e convectivas, levando muita chuva para o Norte do país.

Outras duas capitais da região também registraram volumes acima da média para o mês de novembro. Rio Branco (AC) registrou 206,8 milímetros, ficando apenas 1% acima da média, enquanto que Belém (PA) somou 163,6 milímetros, sendo 28,4% a mais que a climatologia. Aliás, é o mês de novembro mais chuvoso em 5 anos na capital paraense.

Condição atual
O que vale ressaltar é que não foram apenas as capitais que registraram volumes excessivos. Somente nas últimas 24 horas, foram registrados volumes de 144 milímetros em Santa Fé do Araguaia, 122 milímetros em Araguanã e 133,6 milímetros em Pium, todos municípios de Tocantins. No Pará, os maiores acumulados foram registrados em Cametá com 110,4 milímetros.

Na quarta-feira (28), nuvens carregadas ainda se formam sobre a região nortista devido instabilidades tropicais, comuns nessa época do ano.

Os maiores acumulados devem se concentrar na divisa entre Amazonas e Pará, além de áreas do Amapá e Roraima, ainda com potencial para tempestades.

Na quinta-feira (29) nada de trégua da chuva forte e volumosa em boa parte da região, especialmente Pará, Amazonas, sul de Rondônia e extremo norte de Roraima.

Na sexta-feira (30), a chuva ganha ainda mais intensidade e ocorre com acumulados de até 70 milímetros em áreas do sul e leste do Amazonas, além do centro e sul do Pará.

Últimas notícias

Buscar notícias