Jornal do Tempo | Notícias

Acumulado de chuva no Brasil nesta semana

Chuva se concentra no Centro-Norte do Brasil nos próximos dias. Confira o acumulado de chuva e temperatura para todo o país.

26/11/2018 11:23:00

Por: Redação Somar

A chuva se distribui de forma razoável pelo Brasil, ora acontecendo sobre o Sul, ora sobre o Sudeste e Centro-Oeste e ora sobre o Norte e Nordeste.

Em breve, a “gangorra” da chuva vai parar sobre o centro e norte do Brasil trazendo consequências para todo o país.

Na última semana, choveu mais intensamente sobre o centro do Brasil com acumulado acima dos 160 mm no sudeste de Goiás, norte de Mato Grosso, oeste e norte de São Paulo e no centro e oeste de Minas Gerais.

Também choveu mais de 100 mm no sul do Maranhão e em vários municípios do Tocantins, Pará, Rondônia, Acre, Amazonas e Rondônia.

Chuva se concentra no Centro-Norte
Previsões indicam elevado acumulado de chuva nos próximos 15 dias concentrado sobre o centro e norte do país, especialmente sobre Mato Grosso, Rondônia, Pará, Tocantins, Amapá, Maranhão, Goiás, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco e Piauí.

Em Marabá (PA), estimam-se quase 200 mm somente nos próximos sete dias. A simulação europeia ECMWF trabalha com a hipótese do dobro de chuva normal mensal para um período de apenas dez dias entre a BR-163 e o noroeste de Mato Grosso, onde a média mensal é de 300 mm.

Do outro lado do espectro estará o Rio Grande do Sul. A fronteira do Estado com o Uruguai receberá aproximadamente 20 mm nos próximos 15 dias.

No Rio Grande do Sul e áreas já afetadas pela estiagem no Paraná e Mato Grosso do Sul, a previsão de pouca chuva diminuirá a umidade do solo prejudicando o desenvolvimento de milho e plantio da soja no Rio Grande do Sul.

É claro que, no caso destes três Estados, pode não haver perdas ou paralisações generalizadas. Mas naturalmente, aparecerão notícias e relatos sobre a diminuição da chuva na região.

A “gangorra” permanecerá emperrada até o fim da primeira quinzena de dezembro.

Semana de calor no Brasil
As temperaturas ficam razoavelmente elevadas no Brasil, apesar da chuva forte prevista para o centro e norte do país.

Chama-se a atenção somente para as mínimas mais baixas entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina na semana que vem, com valores abaixo dos 10°C na fronteira com o Uruguai e áreas elevadas dos dois Estados.

Últimas notícias

Buscar notícias