Jornal do Tempo | Notícias

Chuva forte volta ao RJ no próximo fim da semana

Solo encharcado provocou deslizamentos em Niterói no último fim de semana. Chuva forte retorna à partir de sexta-feira (16)

12/11/2018 12:05:00

Por: Paula Nobre

A última semana foi marcada por muita chuva no Rio de Janeiro especialmente em Niterói. Pelo menos 14 pessoas morreram após um deslizamento atingir casas no Morro da Boa Esperança.

A formação de instabilidades no interior do continente, a passagem de uma frente fria, além de uma intensa área de alta pressão atmosférica no oceano que acabou favorecendo a entrada de ventos fortes e úmidos na costa, foram responsáveis pela chuva intensa principalmente no litoral de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Nos últimos 7 dias, choveu acima da média para o período em boa parte do Sudeste, com anomalias de até 100mm, o que causou transtornos e desastres naturais em diversas localidades.

Acumulado de chuva

Pela estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) a chuva volumosa ocorreu entre a quinta-feira (08) e a sexta-feira (09).

Os acumulados chegaram a 71mm, um pouco mais que a metade da média climatológica para todo o mês de novembro, o que equivale a 138,6mm. Até o momento, se contabilizarmos a chuva do mês inteiro, já foram somados 96mm, ou seja, 69% da climatologia.

Enquanto isso, segundo dados das estações do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN) em Niterói (RJ), a chuva volumosa ocorreu nos dias 07, 08, 09 de novembro (de quarta a sexta-feira).

Os maiores acumulados foram nos bairros de Visconde de Itaboraí com 99mm, João Caetano com 81,4mm, Morro do Castro com 84,2mm, Charitas com 80mm, Maria Paula com 63,7m e Badu com 61,8mm.

O que vale destacar é que no momento do deslizamento – madrugada entre sexta e sábado – não chovia de forma significativa. Ou seja, a chuva não ocorria de forma forte e volumosa no momento do acidente, ressaltando o solo encharcado devido à chuva intensa dos últimos dias.

A última vez em que enchentes e deslizamentos de terra atingiram o estado do Rio de Janeiro foi em janeiro de 2011, afetando municípios de Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis, Sumidouro, São José do Vale do Rio Preto e Bom Jardim. Os serviços governamentais naquela época contabilizaram 916 mortes e em torno de 345 desaparecidos.

Como fica o tempo nos próximos dias

A semana começou com uma trégua da chuva especialmente dos temporais com altos volumes, mas ainda com tempo instável, muita variação de nebulosidade e pancadas pontuais, e assim será ao longo da semana.

Últimas notícias

Buscar notícias