Jornal do Tempo | Notícias

Tempo firme, calor e baixa umidade do ar no Sudeste

O ar seco predomina e sol volta a brilhar forte em SP e RJ, aumentando as temperaturas e diminuindo a umidade relativa do ar

20/08/2018 10:24:00

Por: Redação Somar

A primeira quinzena do mês de agosto foi marcado por chuva e sensação de frio na maior parte do Sudeste do país. O avanço de frente frias e a umidade que sopra do oceano foram fatores determinantes para a anomalia positiva de chuva.

Com o tempo mais nublado, com chuva e a entrada de massa de ar frio, as temperaturas máximas ficam mais baixas do que a média climatológica para o mês, que abrange a maior parte do estado de São Paulo, do Rio de Janeiro, além do sul do Espírito Santo e de Minas Gerais. A grande exceção fica por conta do norte mineiro, onde até o momento as máximas ficaram acima da média, devido ao tempo firme que predominou até o momento.

Como fica o tempo nesta semana?
O sol volta a predominar no estado de São Paulo e em todo o Sudeste. Entre a segunda (20) e terça-feira (21), as temperaturas se elevam por conta da “pré-frontal”. Este termo significa que antes da chegada de uma frente fria, há uma mudança na direção direção dos ventos, que passam a soprar de quadrante norte, trazendo um ar mais quente e seco.

Consequentemente, além das temperaturas subirem, a umidade relativa do ar cai. No último domingo (19), muitas cidades paulistas registraram índices abaixo dos 30%, o que é considerado estado de atenção para a saúde humana. A cidade de São Paulo chegou a marcar 27% de umidade relativa do ar. Hoje a máxima deve chegar aos 28°C em São Paulo, aos 27°C no Rio de Janeiro e em Vitória e, em Belo Horizonte, máxima de 26°C.

Frente fria avança na quarta-feira
Na quarta-feira (22), uma nova frente fria chega à Região, mas de forma fraca, trazendo muita nebulosidade e chuva fraca para o estado de São Paulo, o que melhora a qualidade do ar. As temperaturas voltam a cair devido ao aumento de nebulosidade e a entrada de um ar mais frio.

Essa condição de tempo não deve durar por muito tempo. A frente fria logo se afasta para o oceano e não influencia muito os demais estados da Região. A partir de quinta-feira (23), o calor volta a dar as caras nos quatro estados.

Últimas notícias

Buscar notícias