Jornal do Tempo | Notícias

Depois de semana congelante temperaturas aumentam

O frio que durou a semana toda no Centro-Sul do Brasil começa a perder força a partir desta sexta-feira e temperaturas aumentam gradativamente

13/07/2018 15:25:00

Por: Redação Somar

Após uma semana com muito frio em toda a região Sul do Brasil e até mesmo ocorrência de neve na serra catarinense, o final de semana será mais tranquilo para as pessoas que estarão no Sul do Brasil.

A massa de ar polar, que foi responsável pela queda acentuada de temperatura nos dias anteriores, começa a perder força nesta sexta-feira (13) e no sábado (14), as temperaturas voltam a aumentar gradativamente.

Durante toda a semana as temperaturas mínimas ficaram abaixo dos 10°C em toda a região Sul, com valores negativos nas áreas mais altas. Já no final de semana essa condição muda e as temperaturas mínimas passam a ficar acima dos 10°C em quase toda a região durante o período da manhã. As temperaturas mais baixas vão continuar nas regiões de altitude, principalmente no estado de Santa Catarina.

Urupema: a cidade mais fria do Brasil
O destaque para essa semana fica para a cidade de Urupema (SC), mais conhecida como “a cidade mais fria do país”, onde os recordes de temperatura mínima vêm sendo quebrados há vários dias seguidos.

Desde quarta-feira (11), Urupema tem registrado valores negativos de mínima com -3,1°C na quarta, -5,6°C na quinta-feira (12) e -6,7°C na manhã de hoje (13), segundo os dados do EPAGRI/CIRAM (Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina).

Além de manhã mais fria do ano, essa temperatura também se destacou por ser a temperatura mais baixa do país nesta sexta-feira.

Como fica o tempo nos próximos dias?
Para os próximos dias, a previsão é de enfraquecimento da massa de ar polar e aumento gradativo das temperaturas. No sábado (14), o período da manhã será um pouco mais quente que os dias anteriores e a temperatura volta a ficar amena durante todo o dia.

O tempo fica seco nesse sábado, o que favorece as atividades ao ar livre com um maior aproveitamento. No domingo, um centro de baixa pressão se forma próximo ao Paraguai e provoca a formação de áreas de instabilidade no Rio Grande do Sul.

Últimas notícias

Buscar notícias