Jornal do Tempo | Notícias

Fortaleza acumula o triplo da média de chuva para o mês de julho

Áreas de instabilidade atuam e antes mesmo da primeira quinzena de julho, Fortaleza (CE), já ultrapassou a média climatológica de chuva para o mês todo

11/07/2018 16:13:00

Por: Redação Somar

Áreas de instabilidade atuam sobre o litoral nordestino e Fortaleza já ultrapassou a média climatológica de julho, antes mesmo da primeira quinzena do mês.

As pancadas de chuva dos últimos dias causaram transtornos para a capital do Ceará. Segundo o INMET (Instituto Nacional de Meteorologia), em apenas três dias o acumulado de chuva chegou a 182,4mm, que corresponde a quase o triplo da média do mês de julho que é de 70,1mm.

Litoral nordestino instável

Outras cidades do litoral nordestino acumulam volumes expressivos. Só neste mês, choveu por mais de 5 dias seguidos em algumas capitais da região Nordeste, como Maceió, João Pessoa e Salvador. Isso ocorre devido a ventos úmidos que sopram do oceano e aumenta a formação de nuvens carregadas.

Pelo menos até o fim desta semana, há previsão de chuvas fortes ocorrendo em João Pessoa e Natal.

Como são as chuvas nesta época do ano?
No Ceará, o período de chuvoso ocorre entre janeiro e julho devido a ZCIT (Zona de Convergência Intertropical), que atua entre o verão e o outono, gerando instabilidade na região. Porém, no início do inverno, a ZCIT descoloca-se mais ao norte e o sistema que passa a dominar são as Ondas de Leste.

As ondas de leste é um distúrbio que tem origem no continente africano e se propaga em direção à América, na região tropical do globo. No Brasil, as ondas de leste são mais comuns no inverno, entre os meses de maio e outubro e dura entre 3 e 4 dias.

Previsão para os próximos dias em Fortaleza
De acordo com as previsões da Somar Meteorologia, os próximos dias serão de tempo mais firme, com expectativa de chuva isolada no fim do dia, sem acumulados significativos.

Últimas notícias

Buscar notícias