Jornal do Tempo | Notícias

Há 78 dias tempo seco persiste em São Paulo

A capital paulista não registra volume de chuva acima dos 10 mm desde o dia 17 de abril e tempo seco persiste prejudicando a qualidade do ar

02/07/2018 14:49:00

Por: Redação Somar

Nesta segunda-feira (02), a cidade de São Paulo (SP) completa 78 dias sem chuvas significativas acima dos 10mm acumulados. Os últimos registros da estação do Mirante de Santana, do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia), mostram valores de 6,8mm no dia 13 de junho e 2mm no dia 8 de junho deste ano.

As chuvas não vêm ocorrendo na grande maioria das cidades do estado de São Paulo por conta de uma massa de ar seco que predomina sobre o Sudeste, Centro-Oeste, interior do Nordeste e parte do Norte do país.

Tempo seco prejudica qualidade do ar

O tempo seco é comum para esta época do ano o que provoca algumas alterações nas condições da qualidade do ar nas cidades do estado. A capital vem enfrentando por dias com qualidade do ar em estado moderado e, segundo informações da CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), a qualidade do ar é ruim nesta segunda-feira, principalmente em Grajaú e Osasco.

As indicações da página da CETESB para pessoas com doenças cardíacas ou pulmonares, idosos e crianças são de redução nas atividades físicas ao ar livre. Além disso, os enfermos poderão ter os sintomas das doenças agravados por conta da qualidade do ar. A população em geral poderá apresentar sintomas como ardor nos olhos, nariz e garganta, tosse seca e cansaço.

Quando o tempo muda?

A previsão é de uma frente fria avance sobre o oceano – afastada da costa – nesta terça-feira (03). Esse sistema aumenta a nebulosidade, porém a qualidade do ar não deve mudar muito pois a expectativa é de garoa a no máximo chuva fraca em pontos isolados.

A chuva diminui a concentração de poluentes na atmosfera, pois carrega as partículas suspensas na atmosfera para o solo a partir do que é conhecido como deposição úmida.

Últimas notícias

Buscar notícias