Jornal do Tempo | Notícias

Litoral do país tem risco de ressaca no final da semana

Praias do Sul e Sudeste podem ter ondas de até 3m de altura

21/05/2018 18:32:00

Por: Redação Somar

O mar ficou bastante agitado após a passagem de uma frente fria pela costa durante o fim de semana. Apesar de o sistema já ter se afastado, o alerta está mantido até às 12h00 desta terça-feira (22), devido a aproximação de um novo centro de baixa pressão, que faz com que os ventos paralelos à costa sejam de direção sul/sudeste.

A previsão da Somar Meteorologia é de que o centro de baixa pressão de afaste do continente no final da terça-feira e, com isso, o mar volte a ficar menos agitado e propício para banho e navegação.

Entenda como acontece a ressaca

Para que a ressaca aconteça no Hemisfério Sul é importante que os ventos estejam soprando de quadrante sul, como está acontecendo. Com o escoamento ocorrendo dessa direção, somado com o efeito de rotação da Terra, tem-se um fenômeno conhecido como Espiral de Ekman.

De forma geral, esse fenômeno ocorre quando há um vento bastante intenso sobre a superfície do mar e, devido a Força de Coriolis (rotação da Terra), há um deslocamento das águas superficiais do mar para a esquerda, ou seja, para a direção do continente. Isso faz com que o mar se agite e as ondas fiquem mais altas do que o normal, caracterizando as condições de ressaca.

Saiba mais:

O efeito contrário ocorre quando os ventos intensos sopram de quadrante norte. Pelo efeito da Força de Coriolis, a Espiral de Ekman ocorre na direção contrária à costa brasileira, ocasionando em um recuo do mar, ao invés do aumento da altura das ondas.

Últimas notícias

Buscar notícias