Jornal do Tempo | Notícias

Chuva retorna à RMSP e ao litoral no final da semana

Volta da chuva neste final da semana sobre a Região Metropolitana de São Paulo e a Baixada Santista.

18/05/2018 23:48:00

Por: Redação Somar

Por conta da formação de áreas de instabilidade, associadas a pré-frontal, a Região Metropolitana de São Paulo apresentou rápidas pancadas de chuva no início da noite de sexta-feira (18). Os volumes de água foram baixos e concentrados no Grande ABC e na zona leste da capital. Ou seja, os máximos valores registrados foram de apenas 4,8mm na Penha, zona leste da capital paulista, 5,3mm em Rio Grande da Serra e 4,9mm em Ribeirão Pires, de acordo pelas estações do CEMADEN (Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais).

Esse mesmo tipo de instabilidade causou rajada de vento de 83,2km/h, às 19 horas, em São Miguel Arcanjo e 20,2mm em Ituverava, o maior valor registrado sobre o estado de São Paulo, até às 22h do dia 18. Ressalta-se que todos esses dados foram coletados das estações meteorológicas do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia)

Por curiosidade, na tarde do dia 18 fez 27,5°C na capital, considerada a maior máxima das últimas duas semanas na região. Ou seja, essa é a maior temperatura desde o dia 05 de maio, quando fez 29,6°C.

Previsão de chuva forte neste sábado (19)
Vale lembrar também que fazem 31 dias que não há uma chuva significativa, ou seja acima dos 10mm, sobre a cidade de São Paulo. Mas, neste sábado (19) uma frente fria traz pancadas de chuva mais fortes, a partir do início do dia, com acumulados que somam em torno dos 15mm. Atenção para os maiores volumes de água na Baixada Santista, que são elevados e podem causar alagamentos e até deslizamentos de terra. Além das instabilidades, são esperadas fortes rajadas de vento, acima dos 60km/h, e diversas descargas elétricas em todo o estado de São Paulo.

Onde está a frente fria na noite de sexta (18)?
A frente fria está entre o norte do Rio Grande do Sul e o Paraná e já causou mais de 100mm, em 24 horas, no estado gaúcho. Como os 160,4mm relatados em Santa Rosa (pelo CEMADEN) e os 119,0mm em Santo Augusto (pelo INMET). Além disso, Santa Catarina registrou granizo, entre os períodos da tarde e da noite, em vários municípios da suas faixas oeste e nordeste, como foram os casos de Chapecó, Caxambu, Planalto Alegre, Pinhalzinho e Papanduva, de acordo com a Defesa Civil.


Últimas notícias

Buscar notícias