Jornal do Tempo | Notícias

Chuva retorna ao Sudeste nesta terça-feira (14)

Áreas que não recebiam precipitação há quase 50 dias voltam a receber chuva nesta semana

14/05/2018 11:41:00

Por: Redação Somar

A primeira quinzena do mês de maio foi marcada pelo predomínio do tempo firme no Sudeste devido a atuação de uma massa de ar seco associada a um bloqueio atmosférico, sistema que inibe o avanço de frentes frias, e consequentemente, impede a formação de áreas de instabilidade e nuvens carregadas.

Em boa parte da região, já são mais de 50 dias de estiagem (período sem chuva significativa). Em Salinas, no norte de Minas Gerais, o acumulado de chuva até agora é de apenas 1,4mm (92% abaixo da média climatológica – 17mm).

Chuva volumosa no Rio de Janeiro

O domingo do dia das mães (13) foi marcado por muita chuva sobre o estado do Rio de Janeiro por conta da passagem de uma frente fria. Os maiores acumulados, segundo os dados do INMET, foram de 22,4mm em Silva Jardim, 22mm em Petrópolis – Pico do Couto, 19,2mm em Nova Friburgo, 18mm em Saquarema – Sampaio Correia e 16,8mm em Duque de Caxias. Em contrapartida, na capital, a chuva ocorreu de forma rápida e isolada, com volume de apenas 3,2mm em Forte de Copacabana.

Ao longo desta semana tem mais previsão de chuva para o estado por conta do avanço de uma nova frente fria que vem do Sul do país. Além do tempo instável, a tendência é de queda nas temperaturas.

Chuva atinge São Paulo nos próximos dias

No decorrer do fim de semana, era previsto o retorno da chuva sobre o estado de São Paulo por conta do avanço da frente fria que vinha do Sul do país. No entanto, o cenário foi outro. Com o rompimento do bloqueio atmosférico, a frente fria avançou rapidamente pela costa do Sudeste em direção ao oceano.

Por outro lado, o sistema frontal causou queda nas temperaturas. A máxima registrada ontem (13) na capital foi de apenas 23,6°C, uma das menores temperaturas máximas do ano. Já em Marília, foi registrada a menor temperatura mínima do ano (15°C).

A chuva retorna mesmo é a partir desta terça-feira (15). Com o avanço de uma nova frente fria, o tempo instável predomina de forma generalizada sobre o estado paulista e a tendência é que dessa vez, as pancadas de chuva persistam pelo menos até o fim da semana.

Friozinho aumenta em Minas Gerais

Em Minas Gerais, a condição para chuva ainda é pequena em boa parte do estado. Sobre a metade norte mineira, uma massa de ar seco ainda atua e inibe a formação de nuvens mais carregadas. A chuva é prevista apenas para áreas do sul e do triângulo mineiro por conta do avanço de uma frente fria que vem do Sul do país. No entanto, as pancadas ainda são irregulares, intercaladas com períodos de sol e baixos acumulados. No Espírito Santo o mesmo cenário de pancadas rápidas e isoladas devido à passagem de uma nova frente fria.

Com relação às temperaturas, durante o próximo fim de semana, a sensação de frio tende a aumentar, especialmente no sul de Minas Gerais, com mínimas em torno de 9°C e máximas que não passam de 18°C em alguns municípios.

Últimas notícias

Buscar notícias