Jornal do Tempo | Notícias

2017 termina com chuvas no Centro-Sul

Um sistema de baixa pressão canaliza a umidade da Amazônia e distribui chuvas entre o Sudeste, Centro-Oeste e Sul

28/12/2017 13:48:00

Por: Monique Gentil

Nos últimos dias do ano, as chuvas se concentram no Sudeste e Centro-Oeste do país.

As previsões da Somar Meteorologia indicam chuvas expressivas nas duas regiões e partes do Norte na sexta-feira (29), que ganham força a partir do sábado (30). “Um sistema de baixa pressão canaliza a umidade da Amazônia e provoca volumes excessivos”, afirma o meteorologista Celso Oliveira.

No Sul, o destaque de chuvas fica para o Paraná, enquanto o tempo firme predomina no Estado gaúcho e leste de Santa Catarina, com temperaturas elevadas. Em algumas cidades do interior do Rio Grande do Sul, as máximas podem superar os 36ºC. No Sudeste, o corredor de umidade traz acumulados generalizados para a região, atingindo o sul mineiro, leste e norte paulista e Rio de Janeiro. “Entre a sexta e o sábado, os litorais paulista e fluminense recebem volumes elevados e há potencial para transtornos”, comenta Oliveira.

No Centro-Oeste, os maiores volumes se concentram entre o sul de Goiás e Mato Grosso do Sul, mas com sensação de calor em toda a região. A precipitação, no Nordeste, fica sobre o Maranhão e Piauí e a região Norte segue com chuva forte e abrangente nos Estados do Amazonas, Acre e sudoeste do Pará.

No sábado (30), os volumes continuam nas mesmas áreas, porém com maior intensidade. As chuvas persistem no Vale do Itajaí (SC) e no Paraná, principalmente na faixa noroeste, ao passo que o Rio Grande do Sul permanece com tempo firme e sensação de calor. Tanto no Sudeste quanto no Centro-Oeste, a precipitação é generalizada, alcançando o interior paulista, Rio de Janeiro, Zona da Mata mineira, enquanto o Espírito Santo tem pancadas isoladas. Além disso, o leste de Goiás e Mato Grosso ficam com tempo instável. “As temperaturas ficam mais amenas nos Estados de Goiás, Minas Gerais e São Paulo”, afirma o meteorologista Celso Oliveira.

O tempo seco e a sensação de calor persistem no Nordeste por conta da atuação de um Vórtice e as chuvas são de baixo volume e concentradas no Maranhão, Piauí e oeste baiano. O Norte ainda tem chuva forte no norte e sul do Amazonas e no Amapá.

No último dia do ano, domingo (31), o sistema de baixa pressão se afasta no oceano e as chuvas diminuem. “Ainda há expectativa de volumes, mas de pouca duração e a virada do ano deve ocorrer sem temporais”, pontua o meteorologista. No Sul, as chuvas fortes retornam ao Rio Grande do Sul, mas perdem força nos demais Estados. As chuvas na faixa leste de São Paulo e Rio de Janeiro ficam mais isoladas e as tradicionais viradas de ano na Avenida Paulista e nas praias fluminenses devem ter tempo estável, apenas com chuvas fracas. Os maiores volumes são para o norte do Estado de São Paulo e sul mineiro.

O tempo abafado com chuvas continua no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. No Nordeste, as temperaturas também se elevam, especialmente no interior, e as chuvas perdem força. O Norte do país termina o ano com persistência dos volumes de chuva no Amazonas, inclusive em Manaus, e com calor em toda a região.

Últimas notícias

Buscar notícias