Jornal do Tempo | Notícias

Áreas rurais registram o maior número de mortes por raios no Brasil

Como os trabalhadores do campo podem se proteger?

10/12/2014 15:25:00

Por: Rafaela Vendramini

Um levantamento feito pelo ELAT (Grupo de Eletricidade Atmosférica) mostra que em 2014 ocorreram 84 mortes por raios no Brasil e desse número, 29% aconteceram com pessoas em atividades agropecuárias. Ainda de acordo com o órgão, 89% das vítimas fatais são homens e destes, 56% vivem em áreas rurais.

Áreas descampadas são alvos fáceis das descargas elétricas e por isso, os trabalhadores do campo ficam mais expostos. Por isso, é preciso alguns cuidados. Na hora de uma tempestade as pessoas devem ficar longe de cercas de arame, varais, trilhos e árvores.

Uma dica muito importante do ELAT é que se a pessoa estiver em um local, sem abrigo próximo e sentir que os pelos do corpo estão arrepiados, ou que a pele começou a coçar, isso pode indicar a proximidade de um raio prestes a cair. Neste caso a recomendação é: ajoelhar e curvar-se para frente, com mãos nos joelhos e a cabeça entre eles. Nunca deve ficar deitado.

Para o verão, época com mais descargas elétricas no Brasil, a previsão é de uma maior incidência de raios no Sul, Norte e Nordeste. Já no Sudeste e Centro-Oeste, o número pode ficar um pouco abaixo do normal.

Os meteorologistas da Somar Meteorologia dão algumas dicas sobre como identificar uma nuvem de tempestade, que pode trazer raios: se a nuvem é bem alta, muito cinza e consegue tapar totalmente o sol, é bom procurar um local para se abrigar. “Essas nuvens são chamadas de cumulonimbus”, explica Olívia Nunes.

Últimas notícias

Buscar notícias