Jornal do Tempo | Notícias

Primavera traz o retorno das chuvas e a diminuição das queimadas em todo o Brasil

Número de focos de incêndio dobra em todo o país em relação a 2013

23/09/2014 12:08:00

Por: Aline Cardoso

Tempo seco e quente elevarou o número de queimadas em todo o país. Porém a condição climática começa a mudar a partir de agora com a entrada da primavera. Com a nova estação, as chuvas retornam para o Centro-Oeste e Sudeste do país, regiões em que o índice de queimadas está elevadíssimo.

O número de focos de incêndio dobrou em todo o país em relação ao ano passado. De janeiro até agora, foram registrados 104.802 focos, o que representa aumento de 56% em comparação com o mesmo período de 2013, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

O Estado com maior número de queimadas é o Mato Grosso novamente. Já são 19,373 desde o começo do ano até hoje. Em segundo lugar fica o Pará, com 15,222 focos. Este número fica elevado neste período do ano devido a falta de umidade da Amazônia e o calor.

[*BNúmero de queimadas é maior entre agosto e setembroB*]

O período proibitivo para queimadas em Mato Grosso continua até o dia 30 de setembro, a determinação foi dada em função do tempo muito seco que predomina no Estado. A previsão da Somar Meteorologia é de chuvas isoladas e umidade relativa abaixo dos 30% no Estado. A expectativa é de chuva mais generalizada a partir do dia 27 de setembro, mas mesmo assim a estiagem prossegue até meados de outubro.

Agosto e setembro são os meses em que o número de queimadas é maior. Neste período, os focos aumentaram 65% em relação ao mesmo período do ano passado. Para se ter uma ideia, foram 75.558 focos em todo o país entre agosto e setembro deste ano, contra 49.377 focos no mesmo período do ano passado.

[*BPrimavera e o retorno das chuvas para o Centro-Oeste, Sudeste e interior do NordesteB*]

Segundo os meteorologistas da Somar, esta estação marca o aumento gradual da ocorrência de chuva sobre boa parte do país. Esta mudança no regime de chuvas vai fazer o número de queimadas diminuir a partir de agora. Já que volta a chover sobre o Centro-Oeste, Sudeste e interior nordestino.

Últimas notícias

Buscar notícias