Jornal do Tempo | Notícias

Termômetros próximos dos 40ºC no RS: Onda de calor que começou no mês passado prossegue nesta primeira quinzena de fevereiro

Fevereiro começa muito quente e a chuva deve voltar ao Estado apenas na segunda quinzena

04/02/2014 11:19:00

Por: Aline Cardoso

A primeira quinzena de janeiro foi de chuvas mal distribuídas no Rio Grande do Sul, mas foram boas precipitações que compensaram o mês. E com a pouca chuva, a temperatura nos primeiros quinze dias ficaram mais altas no Estado. Os termômetros dispararam no sul do Estado e com chuvas espalhadas por todo o território gaúcho. De acordo com a Somar Meteorologia, a condição se inverteu na segunda quinzena de janeiro, com as chuvas mais restritas ao sul e todo o Estado enfrentou as altas temperaturas. Isso aconteceu devido a um bloqueio atmosférico que se consolidou e fez com que as precipitações diminuíssem e assim voltou a esquentar muito no sul do Estado. Para se ter uma ideia, o primeiro dia do ano, a máxima alcançou os 38,3ºC em São Gabriel, na Campanha. A região enfrentou muito calor, com temperaturas acima dos 30ºC até o dia 15 de janeiro. O extremo foi visto no dia 07, com máxima que chegou aos 38,9ºC. Na fronteira com o Uruguai, em Quaraí os termômetros ficaram muito altos até o dia 06 de janeiro, com máxima que de 38,3ºC. Vale lembrar que estas temperaturas são os extremos do dia. A temperatura ficou mais alta em Campo Bom (no Vale do Paranhana) depois do dia 15, região em que a temperatura ficou próxima dos 40ºC pelo menos 10 dias. Todo este calorão que começou em janeiro vai persistir até a primeira quinzena deste mês no Rio Grande do Sul. Segundo os meteorologistas da Somar Meteorologia, a expectativa é de calor pelos próximos 15 dias e vai ser mais intenso até 11 de fevereiro em toda a Região Sul . As máximas vão ficar próximas dos 40°C em todo o Estado gaúcho. O calor predomina devido a um Bloqueio Atmosférico que impede o avanço de frentes frias ao Brasil. "Nos próximos dias poderemos ter temperaturas tão altas quanto as registradas em janeiro" - afirma Patrícia Vieira da Somar Meteorologia. Assim, a primeira quinzena será mais quente que a segunda no Estado gaúcho.

Últimas notícias

Buscar notícias