Jornal do Tempo | Notícias

São Paulo tem o início do ano mais quente desde 1961

A média das temperaturas máximas em São Paulo dos primeiros 15 dias do ano é 32ºC

21/01/2014 12:43:00

Por: Aline Cardoso

Os paulistas estão estranhando tanto calor e pouca chuva, já que 2014 começou muito quente em todo o Estado de São Paulo. A primeira quinzena do mês de janeiro foi o mais quente em pelo menos em 53 anos. Os termômetros estão alcançando os 32ºC facilmente em todo o território paulista neste início de ano, sendo que o normal para o mês de janeiro é de temperatura máxima na casa dos 30ºC, porém estes 15 dias foram de máximas acima do normal. Segundo dados do Inmet, o ano não começa tão quente assim desde 1961, quando começaram as medições no Mirante de Santana.

Tem feito mais calor que o normal em todo o território paulista, na Capital por exemplo, a temperatura está 2ºC acima do normal. Os termômetros ficaram acima dos 30ºC até o dia 16 de janeiro, exceto dia 5, quando ficou na casa dos 29, 9ºC. Já entre 16 e 19, a temperatura não passou dos 30ºC, mas alcançou este valor no dia 20. No interior do Estado faz mais calor ainda durante a tarde, a temperatura máxima está 3ºC acima que o normal em Ribeirão Preto, 4ºC acima da média em São Carlos e 5ºC em Campinas. “Tanto calor tem ocorrido porque as chuvas que caíram até o momento são aquelas de fim de tarde, associadas a instabilidades tropicais. Ou seja, aparecem com maior frequência no período da tarde, o que permite que as temperaturas ainda se elevem” - explica Patricia Vieira da Somar Meteorologia

As manhãs estão bem abafadas também no interior, com temperatura mínima também está acima da média. Em Campinas, os termômetros estão 2ºC acima do normal, Ribeirão Preto com 3ºC acima da média.

[*BPrevisãoB*]

Os próximos dias vão continuar ensolarados e quentes em todo o Estado de São Paulo, segundo a Somar Meteorologia. E não vai ter jeito, a temperatura vai continuar alta nos próximos dias. O final de janeiro e início de fevereiro ainda vão contar com dias ensolarados e de muito calor.

Últimas notícias

Buscar notícias