Jornal do Tempo | Notícias

SC: Grande Florianópolis voltou a registrar neve após 58 anos e sensação térmica chegou a -20°C na serra

Frio aumenta ainda mais amanhã e a mínima poderá chegar a -10°C nos pontos mais elevados do Estado

23/07/2013 09:23:00

Por: Deliane Assis

As baixas temperaturas e a alta umidade do ar favoreceram a ocorrência de neve na noite de ontem até mesmo na Grande Florianópolis, mais especificamente no Morro da Boa Vista, divisa entre Rancho Queimado e Alfredo Wagner e também em Mato Francês e Taquaras. Nessas localidades, as temperaturas ficaram na casa de -1°C. Segundo os meteorologistas, o fenômeno não era visto desde 1955.

Essa intensa massa de ar polar que atinge o Brasil provocou neve em pelo menos mais 36 cidades catarinenses e chuva congelada em outras 25. Em Urubici, na serra, os termômetros marcaram -7,7°C, o menor valor registrado na estação desde sua abertura, em 2007. No entanto, por conta dos ventos, a sensação era de muito mais frio: -20°C. Até então, a madrugada fria havia acontecido em 4 de julho de 2011 com -6,2°C.

Ainda na serra, a estação de Urupema marcou -3,6ºC nesta terça-feira e pelo menos mais nove cidades também registraram valores abaixo de zero. De acordo com os meteorologistas da Somar, o frio persiste ao longo desta terça-feira e os termômetros não passam dos 5°C na Serra Geral e no Planalto de Santa Catarina e do Paraná.

Amanhã, o frio ganha ainda mais intensidade e a mínima poderá chegar a -10°C nos pontos mais elevados da Serra de Santa Catarina. À tarde, no entanto, a temperatura começa a subir lentamente, chegando aos 12°C na maior parte da Região Sul.

Segundo previsão da Somar, apesar do aumento da temperatura da tarde, até pelo menos a sexta-feira, o frio prosseguirá em toda a Região Sul. Uma nova onda de frio é esperada a partir de 30 de julho, mas bem menos intensa que a atual.

Últimas notícias

Buscar notícias