NOTÍCIAS

VÍDEOS

Satélite

SUL: Após uma semana de muita chuva no Rio Grande do Sul, as instabilidades dão uma trégua no estado gaúcho esta semana. Por outro lado, áreas do leste do Paraná devem receber chuvas volumosas, com acumulados superiores aos 100mm nos próximos dias. Entre as demais áreas paranaenses e Santa Catarina a chuva ocorre de forma mais isolada e com acumulados inferiores aos 50mm. SUDESTE: A semana começa com chuva expressiva na faixa leste paulista e sul de Minas Gerais. Isto porque uma frente fria na costa do estado paulista organiza instabilidades na região e causa chuva com acumulados superiores aos 100mm. No oeste de São Paulo muito sol, calor e chuva isolada com menos de 30mm previstos para o decorrer da semana. Nas demais áreas do Sudeste tempo mais estável com chuva pouco significativa. CENTRO OESTE: O Mato Grosso começa a semana com expectativa de chuva mais expressiva, com volumes acima de 50mm em diversos pontos do estado. As demais áreas do Centro Oeste têm previsão de chuva pouco significativa. NORDESTE: Mais uma semana com as instabilidades concentradas entre Maranhão e norte do Ceará, nestas áreas o volume de chuva varia de 50 a 70mm nos próximos cinco dias. Nas demais áreas do Nordeste tempo mais estável. NORTE: Instabilidades tropicais mantêm a chuva em praticamente todo o Norte esta semana, apenas Roraima segue com tempo seco. Há previsão de mais de 130mm de chuva na divisa entre Amazonas e Pará. O calor e sensação de tempo abafado persistem na região mesmo onde há condição de chuva volumosa. (DESTAQUE PARA O OESTE DO RIO GRANDE DO SUL) Segundo os dados da estação automática do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia): Em Uruguaiana, no oeste gaúcho, choveu neste janeiro de 2019: 618,6mm (430% acima da climatologia para janeiro que é: 116,5mm), é o janeiro mais chuvoso da sua história, ou seja, é o maior acumulado de chuva em janeiro desde 1961 quando se começou a coletar os dados.