Jornal do Tempo | Previsão do Tempo Brasil e Mundo!

Busca por Cidade, Termo, Praia ou Aeroporto

Fases da lua


Estações

Somar Meteorologia - Anuncie aqui - (11) 3030-0799

Jornal do Tempo | Estações do Ano | Primavera

Como será a primavera 2017?

Estação das flores será marcada pelo retorno gradativo das chuvas ao interior do país. Primavera começa nesta sexta-feira (22) no Hemisfério Sul

A estação das flores começou no Hemisfério Sul em 22 de setembro 17h02 no horário de Brasília. De acordo com a Somar Meteorologia, a primavera deve ser marcada pelo retorno das chuvas a áreas que passaram por um longo período de estiagem neste inverno.

Primavera será marcada pelo retorno das chuvas no interior do país/ Fonte: Banco de imagens da Somar Meteorologia

A formação de um sistema de baixa pressão atmosférica deve provocar pancadas pontuais de chuva no interior do país a partir desta quarta-feira (20). “As precipitações serão de baixos acumulados, mas devem aliviar o tempo seco em cidades como Brasília, que não registra chuva desde o final do outono, além de Cuiabá, Palmas e interior de São Paulo”, afirma o meteorologista da Somar, Celso Oliveira.

Chuva migra para a metade norte do país durante a estação

Com a atuação de um bloqueio atmosférico, a chuva ficou concentrada entre Rio Grande do Sul e Santa Catarina no final do inverno e de acordo com o profissional, as precipitações ainda devem continuar acontecendo com volumes dentro e até mesmo acima da média na região Sul até meados de outubro.

Com o passar do próximo mês, a tendência é de que a chuva forme um corredor com a umidade proveniente da região Norte e as precipitações comecem a se espalhar com mais frequência pelo Brasil. “Mas com as águas do Atlântico Sul mais frias que o normal, além da temperatura do Pacífico que está abaixo da média, a chuva começa a perder força aos poucos no final da estação, e estiagens regionais podem ocorrer de forma pontual nos três Estados do Sul”, afirma Oliveira.

Já na faixa central do país, a tendência é de que as precipitações se regularizem aos poucos ao longo da primavera, com volumes que ficam próximos ou até mesmo acima da média no Sudeste, e dentro da média no Centro-Oeste. A chuva atinge inclusive os locais que passaram por estiagem severa durante o inverno.

Na região Norte, as precipitações que se mantiveram na faixa norte, começam a migrar para o sudoeste e atingem Acre, Rondônia e sul do Amazonas com mais frequência, enquanto no Nordeste, a atuação de um VCAN (Vórtice Ciclônico de Altos Níveis) impede a formação de nuvens carregadas e atrasa o retorno das chuvas no interior da região.

E as temperaturas?

Apesar do calor que tomou conta do país nas últimas semanas de inverno, a primavera deve ser de temperaturas próximas da média na maior parte das regiões, mas segundo Oliveira, algumas pessoas podem ter a sensação de que a estação neste ano seja mais quente comparada a 2016. “Isto porque a atuação de um La Niña de fraca intensidade deixou as temperaturas mais amenas que o normal no ano passado, já em 2017, a estação deve ser de máximas dentro da média na maior parte do país”.

Apenas entre o Centro-Oeste e oeste da região Norte, onde as chuvas passam a ocorrer com maior frequência em meados da estação, é que as temperaturas tendem a ficar levemente abaixo da média por conta da alta nebulosidade e umidade do ar. “Lembrando que mesmo com máximas abaixo do normal, as temperaturas  elevadas são típicas da estação”, afirma.