NOTÍCIAS

mais notícias

VÍDEOS

Satélite

(CHUVA) Um bloqueio atmosférico esta impedindo que as frentes frias formadas mais ao sul do Brasil avancem em direção ao restante do País. Os bloqueios atmosféricos se formam sobre o oceano Pacífico e seus efeitos acabam se propagando sobre o Brasil. Geralmente, na atmosfera, as áreas de baixa pressão ficam mais ao sul do hemisfério Sul enquanto que as altas pressões ficam mais ao norte. Quando um padrão de bloqueio atmosférico se forma, essa configuração muda. As áreas de alta pressão passam a atuar mais ao sul e as áreas de baixa pressão mais ao norte e isso acaba mudando também a configuração dos jatos (ventos fortes) nos altos níveis da atmosfera. Os jatos passam a soprar de noroeste para sudeste impedindo que sistemas meteorológicos como frente frias ou ciclones avancem sobre determinada região. Um bloqueio atmosférico dura vários dias e dependendo de sua posição, pode causar fortes chuvas e temperaturas mais baixas ou grandes períodos de estiagem e temperaturas mais elevadas. Exemplo: Se um bloqueio atmosférico encontra-se sobre determinada região essa região irá receber grandes volumes de chuva. As regiões que ficam ao sul desse bloqueio ficam com tempo mais seco e frio e as áreas ao norte desse sistema, terão tempo seco e quente. Neste momento, o bloqueio atmosférico encontra-se entre o Uruguai e o sul do Rio Grande do Sul, assim, essas áreas estão com tempo mais instável e chuvoso. Como o bloqueio esta mais ao sul, isto é, está atuando mais efetivamente sobre o Uruguai, os maiores acumulados estão concentrados sobre essa região. O sul do RS esta recebendo chuvas menos intensas e mais distribuídas. Já na metade norte do Estado, as temperaturas estão mais altas e até acontecem algumas chuvas, porém mais isoladas devido a proximidade com o bloqueio. No restante da Região Sul e também em grande parte das Regiões Sudeste e Centro-Oeste, o tempo esta seco com temperaturas em elevação. Na última madrugada, uma frente fria que esta estacionada sobre o sul do Estado gaúcho graças ao bloqueio, provocou chuva de 30,4mm em Bagé-RS (22% da média climatológica), 17,8mm em São Borja-RS (18% da média) e 15,4mm em Rio Grande-RS (15% da média). Esses dados foram medidos desde as 21h de ontem (29-07-14) até as 9h da manhã de hoje (30-07-14). O tempo ficou instável também em algumas áreas do Norte e Nordeste do Brasil, onde os maiores acumulados de chuva foram registrados para o mesmo período nos municípios de Belmonte-BA com 33,2mm (17% da média), Lábrea-AM com 19,4mm (50% da média) e Marau-BA com 14,8mm (9% da média). (TEMPERATURA) As temperaturas vem em gradativa elevação desde o fim de semana na Região Sul, diminuindo bem a sensação de frio, provocada por uma massa de ar polar que vinha atuando na Região. Essa massa de ar encontra-se agora sobre o Sudeste do País onde as temperaturas estão mais baixas e a sensação de frio pela manhã esta maior. Os menores valores registrados na última noite ocorreram em Monte Verde-MG com 2,4°C, em Campos do Jordão-SP com 3,9°C e em Maria da Fé-MG com 4,2°C.