NOTÍCIAS

VÍDEOS

Satélite

A imagem de satélite mostra áreas de instabilidade na região Norte do Brasil, com destaque para a fronteira do Brasil com Peru. Entre Santa Catarina e Rio Grande do Sul são observadas pancadas de chuvas de intensidade moderada a forte acompanhadas de atividade elétrica devido ao avanço de uma frente fria. Ventos úmidos que sopram do mar em direção ao continente formam muitas nuvens com pancadas de chuvas em pontos isolados na faixa que se estende do litoral da Bahia até Rio Grande do Norte. Nas demais áreas predomina a condição de tempo firme com poucas nuvens. (DESTAQUE - FRENTE FRIA CAUSA CHUVAS FORTES COM DESCARGAS ELÉTRICAS E QUEDA DE GRANIZO NO RIO GRANDE DO SUL E SANTA CATARINA) O sistema frontal que se formou no Uruguai domingo passado avançou em direção ao sul do Brasil causando pancadas de chuvas fortes e muitos raios, atingindo as regiões central, norte, litoral norte do Rio Grande do Sul, Porto Alegre e região metropolitana, além de também atingir a parte central e leste de Santa Catarina. Houve diversos relatos de queda de granizo em dezenas de cidades, inclusive Porto Alegre, que fez com que o aeroporto Salgado Filho interrompesse suas atividades durante horas. (GRANIZO RIO GRANDE DO SUL ONTEM) Cidades do Rio Grande do Sul onde foram registrados queda de granizo: Santa Vitória do Palmar, Caibaté, Torres, Cachoeirinha, Esteio, Glorinha, Dois Irmãos, Arroio do Tigre, Salto do Jacuí, Candelária, Tupanciretã, Júlio de Castilhos, Santa Cruz do Sul, Harmonia, Morrinhos do Sul, Mato Queimado, Santo Ângelo, André da Rocha, Lajeado, São Francisco de Paula, Porto Alegre, Canoas, Triunfo, Nova Santa Rita, Alvorada, Montenegro, Novo Hamburgo, Gravataí, Viamão, Santo Antônio, da Patrulha, Fagundes Varela, São Leopoldo, Portão, Antônio Prado (MAIOR TEMPERATURA MÍNIMA EM SÃO PAULO) Dados preliminares indicam que a manhã de hoje (18) é a mais quente do inverno com 22,2°C na capital paulista, superando o dia mais quente, até então, 12 de setembro quando fez 21°C. Desde 06 de abril deste ano a estação não registra temperaturas tão elevadas. (DESTAQUE - PORTO VELHO REGISTRA MAIOR TEMPERATURA DE 2019) Porto Velho registrou nesta terça-feira (17) sua temperatura máxima em 2019: 40,7°C, de acordo com o INMET. Essa também é a maior temperatura em vários anos na capital de Rondônia, cuja temperatura máxima não chegava a um valor como esse (ou maior) desde 2002. (CORREDOR DE FUMAÇA) Mais uma vez um corredor de fumaça se forna no Brasil central. Os aeroportos de Cuiabá, Campo Grande e Maringá-PR registram fumaça de queimadas e redução de visibilidade. (DESTAQUE - CALOR INTENSO PREDOMINA NA MAIOR PARTE DO BRASIL) A massa de ar seco segue atuando na maior pare do Brasil fazendo com que as temperaturas continuem elevadas, com tardes de grande sensação de calor. De acordo com os dados do INMET, muitas cidades do Sudeste, Centro-Oeste, Norte e parte do Nordeste registraram temperatura máxima acima dos 35°C. As maiores temperaturas registradas nesta terça-feira são: Rondonopolis-MT: 42.4°C Agua Clara-MS: 41.4°C Cuiabá-MT: 41.2°C Aragarças-GO: 40.9°C Rosário Oeste-MT: 40.8°C Porto Velho-RO: 40.7°C Bataguassu-MS: 40.6°C São Miguel Do Araguaia-GO: 40.6°C Três Lagoas-MS: 40.6°C Guiratinga-MT: 40.5°C Cacoal-RO: 40.4°C Salto Do Céu-MT: 40.1°C Santana Do Araguaia-PA: 40.1°C Juara-MT: 40.0°C (CHUVA DE ONTEM NO RS) Maiores acumulados de ontem (17), de acordo com o INMET: Rio Urubu-AM: 46.8mm Porto Alegre-RS: 34.6mm Torres-RS: 29.6mm Ibiruba-RS: 28.2mm Teutonia-RS: 27.4mm Belem-PA: 26.8mm Canela-RS: 23.0mm Tupanciretã-RS: 22.4mm Cambará Do Sul-RS: 20.8mm Rio Pardo-RS: 20.6mm Maceio-AL: 19.6mm Castanhal-PA: 19.2mm Mina Palito-PA: 18.8mm Campo Bom-RS: 18.4mm Ararangua-SC: 18.2mm Bento Gonçalves-RS: 17.6mm Presidente Figueiredo-AM: 17.6mm Manacapuru-AM: 16.4mm Sao Jose Dos Ausentes-RS: 16.2mm Autazes-AM: 14.8mm Serafina Corrêa-RS: 10.8mm São Luis Do Quitunde-AL: 10.6mm