NOTÍCIAS

VÍDEOS

Satélite

(SATÉLITE) Nesta quarta-feira (18), imagens de satélite mostram nuvens carregadas sobre o Tocantins, organIzadas pelo retorno de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis no Nordeste. O mesmo sistema, além de induzir chuvas no norte da Região, também mantém o tempo seco na Bahia, Espírito Santo e leste de Minas Gerais. No Norte, são instabilidades tropicais que trazem chuva forte e que induzem um corredor de umidade até o Centro-Oeste. No Sudeste e Paraná, um cavado em altos níveis organiza chuvas sobre São Paulo e Minas Gerais. No Sul, o ar mais seco predomina, especialmente no estado gaúcho. (CHUVA-ESTRAGOS) Houve registro de alagamentos em Santarém, PA e até mesmo solapamento de um trecho de asfalto. Em Chapadão do Sul, MS, a enchente fez carros ficaram submersos e o Corpo de Bombeiros precisaram fazer o resgate de pessoas ilhadas. Em Paranaíba, MS, várias vias ficaram alagadas. Em Guaratuba, PR, houve queda de energia e alagamentos. (CHUVA) Pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), das 22h de ontem até 8h de hoje: Medicilândia, PA: 66mm Alto Parnaíba, MA: 55mm Confresa, MT: 50mm Tucuruí, PA: 50mm São Félix do Araguaia, MT: 45mm Nhumirim, MS: 43mm Marabá, PA: 43mm Rio Sono, TO: 39mm Gaúcha do Norte, MT: 37mm Maringá, PR: 36mm (VENTO) Pelo INMET, de ontem para hoje: Pico do Couto, RJ: 75km/h Arraial do Cabo, RJ: 66km/h Salinópolis, PA: 61km/h Goiás, GO: 58km/h (NEVOEIRO) Pelos aeroportos, nesta manhã: Manaus, AM - nevoeiro - visibilidade reduzida a 500m Rio Branco, AC - nevoeiro - visibilidade reduzida a 800m Londrina, PR - nevoeiro - visibilidade reduzida a 900m Uberlândia, MG - nevoeiro - visibilidade reduzida a 900m